Happy New Year



Hey, primeiro post meu (Jess) e da Jennifer juntas. Então como foi o reveillon de vocês? Toda a equipe do The Only Exception estamos desejando a vocês um feliz 2012 , com muito amor, saúde, felicidade e paz. Então, hoje nós vamos refletir sobre o que fizemos em 2011! Será que todos nossos desejos do 31 de dezembro do ano passado se realizaram? E as promessas? Sera que alguma foi cumprida? E os desejos, algum se realizou?


Temos que saber que não é só chegar no fim de ano fazer mil promessas e pedidos, temos que lutar para conseguir realizar todos nossos desejos. Digam-me o que adianta vocês fazer os desejos e chegar ao fim do ano e ver que praticamente nada se realizou!
Prometer é tão fácil, mas o que vocês acham de começar a cumprir! Talvez se esforçar um pouco mais ajude, não se lembre de fazer as promessas só no fim do ano lembre-se delas o ano inteiro!
Correr atrás dos seus sonhos, por mais difícil que eles sejam também ajuda, e muito. Afinal, o impossível é só questão de opinião. Não adianta falar, que vai fazer tal coisa, e ficar 364 dias sem correr atrás e no último dia tentar.
O caminho é complicado, mas temos que ter força de vontade, coragem, e se esforçar, para conseguiros.
Pensem positivo, nada de negativismo, tenham momentos de calma, fiquem sozinhos uma tarde ou manhã e pensem nos atos, o que te levou a estar ali, o que você fez de errado, afinal, é errando que se aprende.
Se deixem ter momentos “depressivos”, olhe um filme, ouça uma musica, chore, ria, coma, beba, brinque. Sorria. Acima de tudo... VIVA!
Uma dica: parem por 5 minutos e façam uma retrospectiva de tudo que vocês fizeram em 2011 todos os erros todos os acertos, todas as duvidas e não cometam os mesmos erros de 2011.

Bom espero que tenham gostado, o post de ano novo chegou atrasado, mas pelo menos chegou :P Comentem!

Beijos da Jess e da Jenny :D

1 comentários:

Mariana :) disse...[Responder comentário]

Eu já fiz isso parei uns 10 minutos rsrs e vi que 2011 tinha sido um ótimo ano.
Girl Teen - Comenta? - Pensamento sem fim